Proteja seu cultivo e aumente a produtividade!


Estufa, cultivo protegido, estufa agrícola, casa de vegetação, túnel, os nomes podem variar, porém o princípio é o mesmo, cultivo protegido. O objetivo é criar um ambiente protegido, onde as condições para desenvolvimento das plantas sejam o mais próximo das ideais, proporcionando um aumento na produção, principalmente nos cultivos mais sensíveis.


O que é cultivo protegido?

Consiste em uma técnica que possibilita certo controle de variáveis climáticas como temperatura, umidade do ar, radiação solar e vento. Existem diferentes tipos de cultivo protegido, desde os que possuem estruturas mais simples a estruturas mais complexas e tecnológicas, o mais conhecido é aquele realizado em estufas, utilizando-se de substrato ou hidroponia para o cultivo das culturas, mas pode se dar também em túneis e ripados, construídos com estruturas de madeira ou metálicas e o cultivo ser realizado diretamente no solo.


Por que utilizar o cultivo protegido?

Muitos produtores sofrem com grandes perdas de produção por fatores climáticos, além de ataques de pragas e doenças. Para diminuir a incidência desses fatores é possível utilizar a técnica de cultivo protegido.


Quais os benefícios de utilizar o cultivo protegido?

Por permitir certo controle de variáveis climáticas traz ganho de eficiência e aumenta a produtividade.

Reduz o efeito da sazonalidade, favorecendo a oferta mais equilibrada ao longo dos meses, esse benefício é mais evidente em regiões de clima frio, já que o calor acumulado dentro das estufas viabiliza a produção de certas culturas fora de época, além de encurtar o ciclo de produção.

Os gastos com controle de pragas e doenças também pode reduzir, isso é observado especialmente na produção de mudas, pois as plantas geradas em estufas, por exemplo, tem menor incidência de pragas e doenças, o que torna o produto “mais limpo” ao ser plantado comercialmente em campo aberto ou em ambiente fechado.

Garante um maior controle dos recursos agrícolas, quando comparado ao tradicional. Um exemplo disso é que a técnica limita as taxas de evaporação e o transporte de nutrientes pela água das chuvas, que são dois inconvenientes difíceis de evitar nas lavouras cultivadas em campos abertos. O sistema também diminui a necessidade de reposição desses componentes, o que resulta em mais economia para a propriedade rural.


Implantação do sistema?

A implantação do sistema possui um alto custo, por isso para decidir sobre a implantação de cultivo protegido em sua propriedade, você deve considerar tanto aspectos econômicos quanto técnicos que farão total diferença nos resultados, a participação de um profissional com conhecimento sobre a construção da estrutura e demais aspectos que envolvam a cultura escolhida é imprescindível nessa decisão. Nós da ECAPE consideramos esses aspectos econômicos e técnicos para te proporcionar um sistema que se encaixa com as tuas necessidades, nós podemos te ajudar na decisão para que você tenha os melhores resultados.



Fontes: Agrosmart, Hortifruti Brasil e Sansuy.

29 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo