• ECAPE

Perdas na Colheita do Milho




A necessidade de atingir lucro elevado com os índices de produção, faz com que, desde os pequenos, aos grandes produtores, fiquem atentos às principais causas de perdas na colheita do milho, já que, segundo a revista Globo Rural, é esperado um crescimento de mais de 6,6 milhões de toneladas em relação ao estimado para a safra de milho 2019/2020, de 106,833 milhões de toneladas. Mas agora que já estamos iniciando a colheita do milho quem não se planejou pensando nas perdas está de mãos atadas? Não, considera-se que uma máquina bem regulada pode evitar cerca de 50% de perdas na colheita, então atente-se às principais dicas de regulagem de colhedoras para poder minimizar as perdas da tua colheita!

  1. Atenção a velocidade da máquina: Por isso, a velocidade de trabalho recomendada, por várias pesquisas, para a colheita de milho varia de 4 a 6 km/hora para que se mantenha um ritmo saudável de colheita e processamento dos grãos.

  2. Atenção do cilindro debulhador: Quanto menor a umidade, mais fácil será a debulha, mas os grãos se tornam também mais quebradiços.

  3. Atenção ao rolo espigador, às peneiras e ao ventilador: Necessita muita atenção, pois as perdas de grãos soltos são ocasionadas pelo rolo espigador e de separação, também pode ocorrer sobrecarga no saca-palha e sujeira nas peneiras que contribuirão para o aumento das perdas.

  4. Atenção ao tanque graneleiro, ao elevador da retrilha e a saída da máquina: Faça a regulagem adequada para verificar a qualidade do grão colhido.

  5. Atenção ao operador da colhedora: Um profissional treinado para conhecer a máquina e os processos agrícolas é fundamental.

Seguiu à risca todos os cuidados desde o plantio até a colheita, escolheu uma cultivar adequada, tratou das pragas, fez a manutenção e regulagem correta do maquinário aumentou a produtividade e conseguiu diminuir as perdas abaixo do limite de 1,5 saco/ha mas mesmo assim nota que isso não refletiu no lucro? Então o problema está na gestão da sua propriedade!

A gestão da propriedade rural se caracteriza por um conjunto de atividades para o melhor planejamento, organização e controle das atividades do ponto de vista financeiro, auxiliando para a tomada de decisão, de modo que o produtor possa gerenciar as atividades, maximizar a produção, minimizar os custos, na busca de melhores resultados financeiros. E você, produtor, faz um planejamento antecipado das decisões financeiras da sua propriedade? Isso pode ser crucial no retorno lucrativo de cada safra e não é complicado de iniciar, nós da ECAPE podemos fazer para ti basta entrar em contato conosco, estamos prontos para te atender!


Para saber mais sobre problemas na colheita do milho confira o Blog da Aegro!


25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo