• ECAPE

O que é inoculação e o que é um inoculante?

Atualizado: 4 de Nov de 2020

A inoculação de microrganismos nada mais é que adicionar microrganismos benéficos às plantas.

Esses microrganismos trazem algumas vantagens às culturas como: aumento do crescimento, melhor desenvolvimento e melhora na absorção de nutrientes.

Eles são comercializados como inoculantes, sendo formulados com base biológica, ou seja, é um insumo biológico.

Os inoculantes são produzidos de acordo com protocolos estabelecidos pela Relare (Rede de Laboratórios para Recomendação, Padronização e Difusão de Tecnologia de Inoculantes Microbiológicos de Interesse Agrícola).

O uso da inoculação das sementes de soja é uma prática de extrema importância para fornecer o nitrogênio que a cultura necessita, através do processo conhecido como simbiose. A bactéria inoculada (Bradyrhizobium) nas sementes, infecta as raízes da soja através dos pelos radiculares, formando os nódulos e, no seu interior, ocorre o processo de Fixação Biológica do Nitrogênio (FBN) que a soja necessita. A FBN pode, dependendo de sua eficiência, fornecer todo o N necessário à cultura, e deve ser maximizada. Essa técnica propicia a diminuição do custo de produção, devido ao aproveitamento do nitrogênio atmosférico, que tem em alta quantidade, para suprir as exigências da cultura.

Além disso, segundo pesquisas da Embrapa essa prática pode elevar em média 15% a produtividade de soja.

Atualmente, com o avanço das pesquisas, tem sido possível utilizar uma segunda bactéria na cultura da soja, a Azospirillum brasilense, que atua diretamente no desenvolvimento radicular, diminuindo perdas de produtividade em situações de estresse hídrico. A utilização das duas bactérias - Bradyrhizobium e Azospirillum brasilense forma o processo chamado de coinoculação.


PRINCIPAIS TIPOS DE INOCULAÇÃO:






A utilização de inoculação de bactérias é a mais comum na agricultura, ela estimula o crescimento das plantas pela combinação de diversos mecanismos de atuação.

Inoculação de fungos:

Sua utilização pode proporcionar aumento da eficiência de aquisição de nutrientes e água; maior desenvolvimento (tanto radicular, quanto relação raiz-parte aérea); aumento da produção; e maior tolerância a estresses abióticos. O fungo mais utilizado é o Rhizoglomus, por estar disponível comercialmente, ele auxilia no crescimento e desenvolvimento da cultura, inclusive no “pegamento” de mudas e é bastante utilizado na olericultura.

O método utilizado para a inoculação da soja é chamado de inoculação simples. Este, consiste em aplicar o produto contendo as estirpes de rizóbio na semente antes de se fazer a semeadura, este método é indicado para leguminosas que possuem sementes grandes e que teoricamente devem ser semeadas em áreas com acidez corrigida e sem deficiências nutricionais, além de umidade e temperatura favoráveis.

FORMAS ENCONTRADAS NO MERCADO

Os inoculantes são insumos baratos e fáceis de serem encontrados, no mercado se encontra inoculantes líquidos, géis, turfosos e novas formulações. O inoculante líquido pode ser aplicado via semente e via sulco de semeadura. O inoculante à base de turfa só pode ser aplicado via semente. O agricultor deve seguir rigorosamente as orientações de inoculação descritas pelos fabricantes

COMO FAZER A INOCULAÇÃO:

-Os inoculantes devem ser uniformemente distribuídos na superfície das sementes;

-Conservar o inoculante em local fresco e arejado;

-Realizar a operação de inoculação sempre a sombra;

-Proteger as sementes inoculadas do sol e calor;

- Cuidar as condições climáticas no dia da inoculação.

BENEFÍCIOS

A adoção da fixação biológica do nitrogênio, resulta em benefício econômico para o produtor e benefício ambiental, sobretudo por dispensar o uso de fertilizantes nitrogenados na cultura. Os inoculantes que fazem esta ação, captam nitrogênio do ar e transformam em compostos que a planta consegue absorver. A concentração desta simbiose pode ser vista nas raízes pela presença de nódulos.

O uso de inoculantes é de extrema importância em locais que é feito o primeiro cultivo de soja ou que faz anos que não se tem nenhum cultivo. Quando a prática de inoculação é feita de maneira correta, a fixação biológica de nutrientes alcança alto potencial, não sendo necessária nenhuma complementação com fertilizante nitrogenado, em qualquer estágio de desenvolvimento da cultura.

Se comparado ao benefício proporcionado à cultura da soja, o inoculante é um insumo de baixo custo.

Em relação à economia gerada pela fixação biológica de nutrientes, podemos destacar o montante de US$ 15 bilhões por ano para o país!

Nós da ECAPE Jr. estamos dispostos a te ajudar a melhorar a sua produção, entre em contato conosco para mais informações.


33 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo