• ECAPE

Criação de galinhas caipiras


No Brasil, a criação de galinhas caipiras é uma tradição. Mesmo em áreas urbanas, em improvisados galinheiros, a criação dessas aves é um meio de obtenção de carne e ovos, geralmente para o próprio consumo familiar. Muitas pessoas criam esses animais ou tem o desejo de começar, no entanto, essa é uma atividade que exige muita seriedade para transformá-la em um negócio que gere lucros ao criador. Nesta publicação traremos alguns pontos importantes para se atentar quando for começar a criar galinhas.

Na hora de escolher as aves é indicado observar a idade, os hábitos, a mansidão, a produção e a saúde. Selecione fêmeas de 6 a 24 meses de idade que nunca tenham adoecido e que sejam boas poedeiras ou filhas de boas poedeiras, mansas e de bom tamanho. Na escolha do galo é importante evitar o grau de parentesco próximo entre as galinhas e o galo, prevenindo o nascimento de pintos fracos, com defeitos físicos ou pouco produtivos. Escolha um galo filho de galinhas com boas qualidades e com idade próxima à idade das galinhas. O ideal é que tenha um galo para cada doze galinhas. Quando o número de galinhas é maior que doze por galo, começam a aparecer ovos que não chocam (inférteis), podendo levar a criação ao fracasso.

A criação colonial, comparada com a industrial, tem um grande diferencial no seu potencial genético, sendo a criação industrial possuindo uma genética extremamente avançada, fazendo com que os animais necessitem de cuidados redobrados. No caso da avicultura colonial, que possui uma genética mais rústica, é possível existir uma variação muito grande na alimentação, que permite a redução de custos, devido a possibilidade de ofertar aos animais alimentos produzidos na própria propriedade, como por exemplo, batata doce, couve-flor, mostarda, entre muitos outros.

As galinhas caipiras, por serem rústicas, se adaptam bem em sistemas de criação extensivos, podendo ser criadas tanto em aviários quanto em piquetes com ótima produção de ovos, longevidade e rusticidade. A criação das galinhas livres em piquetes, onde os animais podem expressar o seu comportamento natural, vem se mostrando ser muito promissora e sendo uma ótima forma de agregar valor ao produto, principalmente em decorrência da preocupação do consumidor com o bem estar dos animais.

Se você pensa em começar a criar galinhas caipiras ou já cria e gostaria de melhorar a sua produção ou ainda, possui alguma dúvida sobre a atividade, entre em contato com a ECAPE que nós podemos ajudar!



Referência bibliográfica:


Rio Grande Rural #1062 21/04/19 3º bloco. [S. l.: s. n.], 2019. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=GPF3D0ZmMPo. Acesso em: 22 jun. 2022.

EMATER responde - Como criar galinha caipira - Programa Rio Grande Rural. [S. l.: s. n.], 2015. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=dhfNJj6YMtg. Acesso em: 22 jun. 2022.

CRIAÇÃO de galinhas caipiras. [S. l.: s. n.], 2007.


18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo