• ECAPE

Consórcio de azevém e aveia


Com objetivo de atingirmos altos índices de ganho de peso nos rebanhos bovinos e ovinos no inverno gaúcho, faz com que, seja necessário avaliar novas ferramentas como o uso de pastagens cultivadas, essas que apresentam grande suporte para alimentação animal, diferente das espécies nativas do Pampa gaúcho, que passam pelo período de diminuição de produção ou até mesmo hibernação durante o inverno. Para saber quando e como escolher a forragem ideal, que melhor se adapta a realidade necessária e ainda, avaliar a consorciação entre diferentes forragens, necessitamos saber um pouco mais sobre. As principais espécies utilizadas são aveia preta e o azevém.

No caso da aveia preta, a época de semeadura é de março a maio, sendo implantada por plantio direto ou a lanço, sendo que com o plantio em linha tem-se melhores resultados, podendo ser utilizada durante todo o inverno, mesmo que, os maiores índices de pastejo sejam mais cedo, propiciando excelente produção de forragem no primeiro corte ou pastejo e menos nos pastejos subsequentes. Apresenta ainda, boa rusticidade, garantido seu desenvolvimento em solos pouco exigentes e menos sensível a teores de acidez do que, por exemplo, o trigo, vegetando bem em solos com pH de 5,0 a 7,0. Quando se visa o o fornecimento de forragem até o fim da primavera e início do verão, pode-se consorciar a aveia preta com azevém e leguminosas, como o trevo vesiculoso, isto devido a aveia preta ter uma produção de pastagem mais precoce do que o azevém e muitas variedades de aveia preta encerram seu ciclo antes do azevém, embora hoje tenhamos variedades com ciclos mais longos.


Já o azevém, tem sua época de semeadura realizada no outono, preferencialmente de março a maio, podendo ser semeado a lanço ou em linhas. A semente não deve ficar a uma profundidade maior do que 3 vezes seu tamanho, de modo geral. É a forrageira de inverno que apresenta maior produção de forragem verde. Uma característica importante é a possibilidade de ser manejado para permitir a ressemeadura natural. Além disso, o azevém suporta altas lotações, sendo resistente ao pastejo e a excessos de umidade, produzindo alimento de elevado teor de proteína e de fácil digestão e por isso, é muito utilizado na alimentação de ruminantes.

O plantio da aveia preta e azevém consorciados é muito utilizado para a cobertura de solo e como forma de alimento para animais. A principal vantagem diz respeito a complementaridade das duas espécies em relação aos seus ciclos de produção, onde a aveia preta produz grande quantidade de forragem a curto prazo e o azevém, tem a sua máxima produção a longo prazo, além de ser mais resistente ao pisoteio animal e ter um valor nutricional elevado.


E, nós da Ecape Jr. podemos te ajudar nesse pontapé inicial do planejamento de um consórcio, seja com análise de solo e recomendação de adubação e calagem, com a implantação das forrageiras ou seu consequente manejo e demais serviços que variam desde a escolha da semente até o momento ideal para retirada dos animais. Entre em contato conosco, estamos ansiosos para te atender!

62 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo