• ECAPE

CICLO DA PECUÁRIA

Todo mundo que já trabalhou com pecuária, ou simplesmente compra carne no mercado sabe que os preços flutuam muito, mas você sabe o porquê? 

Nós da ECAPE vamos tentar descomplicar todos os fatores que influenciam nos preços do gado de corte. 

.

A verdade que esse ciclo, já é conhecido por especialistas, ele é explicado por inúmeros fatores.

 A produção da carne que chega na sua mesa é demorada, ela começa no ventre da matriz que é exposta a reprodução, passando pelo boi gordo que é abatido, até chegar a sua casa. De forma simples em nossa região a estação de monta é bem definida, ou seja, a grande maioria das fêmeas começam a ser inseminadas ou cobertas na mesma época do ano, assim o nascimento também, como se não bastasse isso é tradicional que a recria seja feita em pastagens de inverno que são na sua grande maioria utilizadas como lavoura no verão, isso acarreta em um grande número de propriedades acabando seus animais em épocas parecidas.

A grande oferta de boi gordo no mercado, faz com que as outras categorias sejam desvalorizadas, como vaca magra, boi magro, o que acontece é que pressionados, muito comumente ocorre o evento do aumento do número de matrizes que irão ser disponibilizadas ao abate, isso faz com que exista mais carne a disposição, consequentemente os preços nas gôndolas caem.

.

O grande x da questão, é que esse alto número de fêmeas que foram abatidas, refletem diretamente no número de terneiros que serão recriados que poderiam ou não  virar bois que serão expostos ao abate, novamente o preço sobe em decorrência da falta do produto no mercado. 

.

Hoje em dia esse ciclo ganhou um agravante os nossos terneiros são exportados, ainda inteiros, os produtores são atraídos pelo ótimo preço que é pago, e pela possibilidade de fazer o negócio girar mais rápido, contribuindo também para a diminuição do produto que chegaria ao nossa mesa.

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo