• ECAPE

Chegou o momento de cultivar beterraba!


A beterraba é um alimento rico em diversos nutrientes como potássio, magnésio, ferro, vitamina A, B6 e C e carboidratos, sendo consumida de diversas maneiras na nossa culinária e seu consumo traz inúmeros benefícios para saúde. Com todas essas conveniências o consumo de beterraba se torna alto no Brasil, em 2019, foram comercializadas mais de 103 mil toneladas no território brasileiro, para você que deseja se inserir no mercado produtor de beterraba ou apenas realizar o cultivo para seu próprio consumo nós preparamos esse conteúdo.

A beterraba pode ser semeada o ano todo em áreas com altitude acima de 800 metros. De 400 a 800 metros, o cultivo é indicado entre os meses de fevereiro e junho. Abaixo de 400 metros, o melhor período para a plantação é de abril a junho. A cultura exige um solo fértil e com pH em torno de 6, desta forma antes de realizar o plantio, principalmente, em grande escala, se recomenda a realização de análise de solo. Após a execução da análise de solo, adubação e calagem se necessário, a semeadura pode ser realizada, o cultivo pode-se dar em sistema de semeadura direta ou plantio por mudas. A beterraba possui glomérulos que contém cada um, 3 a 4 sementes. Para o plantio direto, recomendo colocar as sementes em água durante 12 horas e em seguida lavar em água corrente, deixando secar a sombra.

A cultura necessita que o solo se mantenha úmido, mas sem permanecer encharcado. O encharcamento do solo pode causar danos a produção, o ideal é que a lavoura possua um sistema de irrigação, o que permitirá uma boa colheita.

É importante não deixar as raízes ficarem expostas, pois elas podem endurecer. Cubra-as com terra ou palha.

O tempo para iniciar a colheita varia de acordo com a opção do plantio. No sistema de semeadura direta, a beterraba pode ser colhida de 60 a 70 dias após o cultivo. Para mudas transplantadas, leva de 90 a 100 dias para começar a apanhar a hortaliça. Quando atingirem de seis a oito centímetros de diâmetro, as raízes estão no ponto de colheita. A colheita não deve ser muito atrasada, pois as raízes podem se tornar fibrosas, o que irá depreciar a produção.

As informações citadas acima, em sua maioria, referem-se ao plantio em grande escala, mas é possível cultivar beterraba em casa, para consumo próprio. Neste caso o plantio pode ser realizado em hortas tradicionais ou em hortas verticais para aqueles que não possuem tanto espaço em casa, mas desejam consumir um alimento ao qual conhecem a procedência.

No caso do plantio em hortas tradicionais semeie as mudas a uma profundidade de aproximadamente 1 cm no solo, preferencialmente, diretamente no local definitivo da horta, pois as mudas de beterraba podem facilmente sofrer danos. Se optar por realizar o plantio utilizando sementes, de um a dois centímetros é a profundidade ideal para semear. A germinação das sementes geralmente leva de uma a três semanas, dependendo das condições ambientais. O espaçamento recomendado para as cultivares de beterraba pode ser de 30 cm entre as linhas de plantio e 5 a 10 cm entre as plantas. Mantenha regas frequentes e certifique-se que as raízes não fiquem expostas.

Se a opção mais viável para seu caso seja realizar o plantio em hortas verticais, escolha vasos/jardineiras/canteiros de no mínimo 20 cm de profundidade.

Nós da ECAPE disponibilizamos nossos serviços, tanto para você que quer se inserir no mercado produtor, produzir para seu próprio consumo ou já produz e precisa de ajuda para melhorar sua produção.

Fontes: Ciclo vivo, Globo rural, Hortas.info e Hortifruti saber e saúde.

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo