• ECAPE

Aporte nutricional e seus efeitos na reprodução


O bom índice reprodutivo, em qualquer criação animal, é fruto de um manejo nutricional correto. Melhorias na alimentação são feitas para atender às mudanças associadas à intensa seleção genética. Portanto, para aperfeiçoar o custo de produção em um rebanho, o produtor terá que atender às demandas de produção e reprodução de maneira eficiente e com menor custo.

Falando um pouco sobre o melhoramento genético que nossos animais foram expostos, é notório pensar que para produzir mais é necessário um melhor aporte nutricional. Para isso, precisamos de estratégias nutritivas nas mais diversas épocas do ano, afinal a nutrição deve ser de acordo com aquilo que é exigido da sua produção. Existe uma teoria que fala sobre as escalas de prioridade na vida do animal, onde o mesmo precisa comer para se manter vivo, após para produzir e por fim reproduzir. Dessa forma, em uma escala de prioridades, a reprodução serve como um sinal de alerta e, mesmo assim, muitas vezes alguns produtores acreditam que podem negligenciar o aporte nutricional de suas matrizes, o que geralmente reflete em baixos índices reprodutivos.


A principal via de controle da reprodução de fêmeas bovinas pela nutrição, ocorre pela alteração na secreção de GnRH (Figura 1). Vários são os metabólitos circulantes responsáveis por estimular a liberação de GnRH, porém as substâncias oxidáveis como glicose, ácidos graxos não esterificados e alguns aminoácidos, são os principais agentes que ativam as rotas neuro-endócrinas responsáveis pelo controle da reprodução em bovinos.


Figura 1 - Variáveis do meio sobre a reprodução dos animais


Portanto, a nutrição possui grande influência em qualquer atividade relacionada à reprodução. Os aspectos nutricionais são importantes em todos os períodos da vida dos animais, porém em ocasiões específicas são de extrema importância, influenciando de forma determinante os mecanismos relacionados à performance reprodutiva. Algumas vezes, o excesso de algum componente na dieta também pode ser prejudicial, por isso é preciso tomar cuidado não somente na quantidade, mas também na qualidade do alimento que está sendo oferecido aos animais.


Pensando nos índices zootécnicos da sua criação, a Ecape pode te ajudar a avaliar seus resultados, criando estratégias de dietas e manejos para sistemas extensivos e semi-intensivos, buscando explorar o máximo potencial produtivo do rebanho através do fornecimento de condições ideais. Ficou interessado? Procure nossas redes sociais e entre em contato, nós podemos te ajudar!



Referências:

Livro Nutrição de ruminantes, capítulo 17

https://www.beefpoint.com.br/nutricao-e-reproducao-em-bovinos-7172/



18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo