• ECAPE

Análises de solos - O braço direito do produtor


A análise de solo é uma técnica de grande importância, pois, através dela conseguimos interpretar e mensurar o estado nutricional e a fertilidade que estão disponíveis no solo para uma correta recomendação de adubação e calagem, permitindo a realização de cultivos de forma sustentável e economicamente benéficos. Com o aumento da demanda de alimento e a menor disponibilidade de abrir novas áreas, o cultivo com maior eficiência produtiva se torna cada vez mais essencial. A realização de boas práticas no solo pode evitar gastos desnecessários, contribuindo para uma melhor produtividade e economia, fator de suma importância, graças aos aumentos nos preços dos fertilizantes, visando a proporção justa entre custo e benefício e propiciando um ciclo de trabalhabilidade mais saudável aos recursos naturais das propriedades rurais.

No ano passado (2021), com influência de diversos fatores como logística, alta procura e escassez de matéria prima, vivenciamos um cenário de extrema alta nos preços dos fertilizantes. Segundo a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), os fertilizantes apresentaram uma suba no preço de mais de 100% até setembro de 2021, impactando diretamente no custo de produção e na margem de lucro do produtor. Com esse cenário de preços exorbitantes persistindo para o ano de 2022, se faz necessário cada vez mais buscar alternativas que visem potencializar a produção, aumentando a eficiência dos manejos e a capacidade solo em disponibilizar nutrientes. Uma destas alternativas é a própria correção da acidez do solo, feita através da calagem que proporciona a maior disponibilização de nutrientes e a neutralização de elementos tóxicos às plantas.

Somente com dados obtidos visualmente a campo é equivocado avaliar as condições do ambiente, sem ser possível determinar problemas fitossanitários e nutricionais que envolvam as plantas, devendo com que a recomendação de adubação e calagem faça parte do calendário de implantação de quaisquer culturas, além de avaliar as práticas de adubação e correção de solo corretas, propiciando melhorar as condições do meio ambiente. Por meio da coleta de amostras de solo, poderá ser feita a recomendação de índices de adubação ou calagem para a propriedade, podendo compreender os elementos que devem ser aplicados, visando a produtividade com sustentabilidade, sem desperdiçar recursos naturais ou financeiros.

Sabe-se que diferentes práticas aplicadas de forma errônea danificam as condições físicas, químicas e biológicas do meio ambiente, exemplificando com a prática de monocultura e o plantio convencional constante, que, em sequências alongadas, danificam a qualidade nutricional do solo, assim sendo de extrema importância fazer a análise de solo, a fim de avaliar sua condição e promover seu equilíbrio nos locais onde o ambiente foi deteriorado. Seja por conta das inadequadas práticas de manejo associadas ao uso incorreto de insumos agrícolas e até pela propagação de metais pesados produzidos pelas indústrias como chumbo, cobre e zinco. É importante ressaltar que a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) afirma que, a degradação intensa ou moderada já afeta um terço do solo mundial, gerando assim, mais danos ambientais e também econômicos.

A Empresa Júnior de Consultoria Agropecuária e Planejamento Estratégico (ECAPE Jr.) através do serviço de análise de solo, com os laboratórios parceiros, identifica o estado atual do solo e realiza a posterior recomendação de adubação e calagem, específica para cada cultura a ser produzida. Destaca-se a importância socioeconômica, de forma que simultaneamente, impulsione a produtividade das culturas desenvolvidas nas propriedades e propicie retorno financeiro aos produtores.



18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo